PARIS: DIAS 1 E 2

3

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniJá faz tempo que os blogs deixaram de ser definidos como “diários virtuais” – aliás, tenho visto cada vez menos traços pessoais na blogosfera, o que não vem ao caso nesse post mas me deixa chateada e até preocupada. Enfim, definição atual ou não, o fato é que eu resolvi que, sim, quero fazer uma espécie de diário por aqui nos próximos dias, contando um pouco para vocês – e para mim, quando quiser voltar no tempo – sobre os meus dias em Paris.

Cidade luz, cidade do amor, cidade da beleza, cidade da moda, cidade dos sonhos… Mesmo depois de apenas 7 dias em Paris, eu não poderia concordar mais com a forma que chamam a cidade, com a forma que tanto amam a cidade! Minha ida à França não foi a viagem mais planejada do mundo, pelo contrário: quem me conhece até ficou surpreso pois eu sempre disse que não iria a nenhum lugar sem antes conhecer New York. Mas Paris apareceu de surpresa, como uma chance de aprofundar os estudos em moda e como aquelas oportunidades que não se deixa passar, sabe? Aliás, quem deixaria Paris passar? Sou grata por não ter deixado.

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniSaí de São Paulo, dia 19, e cheguei no aeroporto Charlles de Gaulle no domingo à tarde, dia 20 de novembro. De lá fomos direto para o apartamento que alugamos para a semana (falo no plural pois estava acompanhada de um grupo de mais de 15 pessoas que também estavam lá para o curso de moda), desfizemos as malas e, embora cansados, já começamos a aproveitar Paris como parisienses: fomos recebidos pela parisiense Inès Leonarduzzi – consultora de moda, marketing e vendas de marcas de luxo do mundo inteiro – em seu apartamento para ouvir sobre o comportamento e a essência de uma verdadeira parisiense enquanto tomávamos chá.

O primeiro dia foi dividido entre voo, visita rápida à Inès, banho e cama! O conteúdo das discussões sobre as parisienses foi incrível, mas o cansaço era tanto que nem fiz muitas fotos, ou seja, vou deixar esse dia sem ilustração por aqui. E por isso, para este post, considero a segunda-feira como o “dia 1” oficial da viagem, ok?

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniComo por lá escurece super cedo – em torno das 17h30 – e domingo não é um dia muito ativo, foi na segunda-feira que consegui de fato enxergar Paris. Ver as ruas, a rotina dos parisienses, a movimentação, os prédios antigos, históricos e lindos… Caminhar pela primeira vez pela cidade é surreal! Aliás, a sensação de que estava num filme – e que, consequentemente, precisava filmar e fotografar tudo para não perder ou esquecer de nada – não passou, nem diminuiu durante os 7 dias que estive lá. É tudo tão fotogênico!

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniA primeira parada já fazia parte da programação: o atelier de perfumes da Fragonard, perfumaria tradicional e uma das mais antigas da cidade. Lá tivemos uma aula sobre perfumes e, após, pudemos produzir a nossa própria colônia de acordo com as essências disponíveis e os ensinamentos e acompanhamento de uma funcionária da empresa. Se a minha criação ficou boa, eu prefiro não comentar, hahah!

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniO atelier fica localizado ao lado do Musée du Parfum, museu também pertencente à Fragonard, que retrata a história e evolução dos perfumes, seus frascos e a forma como a marca produz suas tão famosas fragrâncias. O tour, é claro, termina dentro da loja da Fragonard, onde as atendentes – que falam todas as línguas – ficam disponíveis para apresentar as fragrâncias e produtos da marca. Vale dizer que rola descontos para grupos no valor de alguns perfumes e confesso que me arrependi de não ter aproveitado essa oportunidade!

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniNão fiz foto do almoço, mas fiz vídeo – aliás, tô pensando em publicar os tantos vídeos que gravei por lá num vlog no meu canal do Youtube, o que acham?! Tínhamos reserva no La Belle Epoque, esse restaurante todo lindo e bem parisiense localizado na 36 Rue des Petits Champs. O cardápio era bem variado, mas eu sou chata para comer e fui de hambúrguer para não ter erro, claro! Hahah!

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniA terceira parada foi na primeira e mais antiga loja da Cartier. Fizemos um tour guiado – por um brasileiro!! – pelo local, conhecemos a história e as jóias da marca, as instalações históricas do local – como, por exemplo, a sala em que Cartier recebeu reis e confeccionou suas primeiras peças – e fomos surpreendidos com champagne, macarrons e presentinhos da marca. O tamanho e a beleza da loja são espantosos, assim como o atendimento (e os valores das peças, hahaha)!!!

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniProgramação do dia concluída, parti para a Galeria Lafayette, parada obrigatória para admirar e, quem sabe, adquirir as criações das grandes marcas e a decoração maravilhosa do local – que já estava pronta para o Natal. A Lafayette em si e suas redondezas são enormes, então é bom ir com tempo! O dia não terminou exatamente na Galeria Lafayette, mas isso é aquele tipo de coisa que fica como “história de viagem”.

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniA terça-feira resumiu-se ao Palácio de Versalles, se é que tem como resumir aquele lugar. Chegamos cedo, tivemos uma aula introdutória a tudo que veríamos por lá e o que poderia ser destacado em relação à moda – e, acreditem, há mais do que eu imaginava -, e iniciamos a visita. O palácio é enorme, tem muita história e cômodos de encher os olhos! Mas não foi o meu favorito do dia…

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniSaindo de lá, após passar pelo imponentes e famosos jardins, é possível pegar um transporte – ou até mesmo ir a pé, mas já aviso que é longe e cansativo – até o Petit Trianon, palácio presenteado por Luís XVI à Maria Antonieta.  Milhões de vezes mais simples que Versalles, o Petit Trianon servia quase como um refúgio para a rainha, que buscava ali refúgio de toda a pompa e etiqueta que rodeavam o grande castelo. O destaque desse passeio secundário – que para mim foi ainda mais valioso que o próprio Versalles – é o jardim construído por Maria Antonieta nos arredores: ao estilo inglês, ele transborda paisagens incríveis, natureza, construções simples e, pasmem, uma loja da Dior – que está apenas ilustrada por lá hoje em dia, mas que antigamente era uma exigência da rainha.

paris-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniparis-dias-1-e-2-blog-flavia-carboniA visita ao Petit Trianon nessa época do ano torna a paisagem ainda mais linda. É impossível ignorar as folhas típicas do outono espalhadas pelo chão que, aliás, deixam o cenário incrível para fotinhos. 😉

Enfim, a terça-feira foi super cansativa, mas valeu cada segundo. Eu espero que vocês tenham conseguido viver um pouquinho de cada lugar desses dois primeiros dias de Paris comigo. Continuamos a viagem em breve!

Beijos,

Flávia

CHOCKERS: COMO USAR + ONDE ENCONTRAR

0

Taí um acessório que é super tendência já há algum tempo, mas ainda não havia aparecido por aqui. Vai ver é porque ele faz tão parte da minha rotina que já virou costume, sabe? Hahah! Não sei bem explicar porque uso e gosto tanto das chockers, mas elas realmente são queridinhas – e não só minhas, afinal não é de hoje que elas marcam presença “nos pescoços alheios” e, ao invés de perderem força, cada vez mais surgem novos modelos e formas inovadoras de usá-las. Sinal de tendência duradoura, ein!

Essa semana, mais uma vez, passei na minha loja favorita de acessórios – a Pulserize – para selecionar as minhas chockers e courinhos favoritos para montar algumas combinações e deixar aqui para vocês como ideia de como usar e compor misturinhas entre chockers, courinhos e colares diversos.

img_3142-1img_3049-1img_3138-1img_3118-1img_3105-1img_3098-1img_3086-1img_3074-1img_3073-1img_3072-1img_3057-1img_3054-1

Na dúvida sobre o que vestir com sua chocker, olha só algumas ideias:

1-copia

Todos os acessórios usados nesse post são da Pulserize, loja super legal de acessórios que vale muito a visita, seja física ou virtualmente (através do Facebookou Instagram). O endereço é Rua São José, 345 – loja 02 – Centro – Guaíba/RS. Telefone: (51) 3055-4784.

Beijos,

Flávia

LOOK: FRIDA KAHLO

0

Vai chegando o verão e a minha vontade por roupas coloridas só aumenta! O look de hoje é prova disso. Adaptei uma combinação que já estava usando há tempos para cores mais vibrantes: a pantacourt passou do preto para o amarelo, e a Tanit T-shirt deixou de ser básica para dar vez a essa estampa colorida e queridinha da Frida Kahlo. Nos pés, uma flatform baixinha que já prevejo que não vai sair mais dos meus pés!

123456789

Camiseta: Tanit T-shirts | Pantacourt: Zara | Flatform: Via Mia

Beijos,

Flávia


1 2 3 29